terça-feira, Julho 29

Curso Intensivo de XadrezCPC 2014 - Final



O Curso Intensivo de Xadrez CPC 2014 foi uma agradável surpresa, pela disponibilidade e elevado interesse apresentado por todos os participantes. 

A atividade deste curso terá continuidade já a partir de setembro. O CPC, a partir de 8 de setembro, passará a ter sessões de xadrez todas às segunda-feiras a partir das 21 horas, especialmente dedicadas a adultos.

Em Agosto a sessão de xadrez irá de férias, por isso não haverá atividades no CPC. Porém, manteremos esta plataforma sempre atualizada!!

domingo, Julho 27

Final do Curso Intensivo Xadrez CPC 2014 com finais

Pintura mural da câmara mortuária de Mera, em Sakarah, Egipto, datada 3000 AC;representação de duas pessoas jogando xadrez
Amanhã na última sessão do Curso Intensivo de Xadrez CPC 2014 dicurter-se-á alguns finais básicos. 

A fase final do jogo, é geralmente, o momento mais técnico do jogo.

quinta-feira, Julho 24

Os Corajosos do Curso Intensivo de Xadrez CPC 2014


Fica o registo fotográfico dos jogos no final do 4º módulo de xadrez. O Curso está quase a chegar ao fim ... mas vamos ter novidades. Parabéns a este excelente grupo, que com muita garra tem feito este percurso!!

terça-feira, Julho 22

Estratégia e táctica

Poema introdutório ao módulo 4 do Curso Intensivo de Xadrez CPC 2014
Na sessão de ontem do Curso Intensivo de Xadrez falámos de aberturas. Os participantes apreciaram mais as armadilhas do que as complexas variantes, de cada padrão de abertura.

A parte mais animada, foi quando, às 22h55, começamos uma partida de cinco minutos. Uma destas partidas foi extremamente rápida, só terminou às 00h05, quando todos já davam palpites à volta!! Ainda bem que ninguém paga horas extra!

Na próxima quarta entraremos no módulo 4, sobre estratégia e táctica no xadrez!

quinta-feira, Julho 17

ROMA e PAVIA não se fizeram num dia

Teoria do Xadrez (1937) do expressionista Vassily Kandinsky
As duas primeiras sessões do Curso Intensivo de Xadrez decorreram esta semana, na segunda e quarta-feira. Participa neste curso um grupo fantástico de aficionados do xadrez. As sessões inicialmente previstas para duas horas, parecem mais curtas, mas tem chegado praticamente a três. E têm que ser expulsos...

Parece que há até entre os aficionados alguns voluntários para levarem grelhador, bifanas e “bejecas”, para as próximas sessões, para premiar os que primeiros resolverem os mates em 1! 

Há também muito pensamento positivo, sobretudo, entre aqueles que tem mais dificuldade em visualizar as jogadas no espaço bidimensional. Roma e Pavia não se fizeram num dia! O objetivo essencial do Curso é criar uma estrutura base mínima, para depois ir aprimorando! 

Segunda-feira há mais!

sexta-feira, Julho 11

Curso Intensivo de Xadrez - vagas


O curso intensivo de xadrez ainda tem 4 vagas. Ainda iremos aceitar inscrições até ao início do curso, na 2ªfeira.

terça-feira, Julho 8

Génios são feitos, não nascem

Em 1985 o mundo apercebeu-se de um estranho fenómeno feminino, vindo de trás da Cortina de Ferro, da Hungria. A revista de The New York Times coloca na capa uma jovem de 16 anos, Susan Polgar. 

Num forte torneio de xadrez em Nova Iorque a Susan terá ganho, surpreendentemente a diversos oponentes adultos e de bom nível. Mas o torneio foi muito agitado! No mesmo torneio terá participado a sua irmã, Sofia, de 11 anos, que ganhou a maioria dos jogos no seu escalão. A surpresa não ficou por aí. A criança rechonchuda da família, a Judit, de 9 anos de olhos vendados, defrontou simultaneamente cinco adversários e venceu-os.

Susan aos 21 anos tornou-se a primeira mulher a ganhar o título de Grande Mestre da Federação Mundial de Xadrez (FIDE). A sua irmã Judit atingiu o mesmo patamar aos 15 anos.
A Judit Polgar é hoje a única mulher nos 100 melhores jogadores de xadrez do mundo (atualmente na posição 66ª, mas já ocupou a 8ª posição).

Mas o herói desta história é László Polgar. László acreditava que "Génios são feitos, não nascem", e provou isso com as suas três filhas, através do xadrez. 
László percorreu um caminho árduo, nunca antes percorrido. As suas filhas não andaram no jardim de infância, nem na escola ... 
Três meninas, isoladas do mundo normal das crianças, estudando e praticando xadrez todos os dias, durante todo o dia, anos e anos.

O objetivo de Polgar foi uma vitória total contra os estereótipos vigentes, não menos do que contra adversários das meninas. O jogo foi jogado tanto no tabuleiro de casas pretas e brancas, como no mundo cinza da ditadura comunista de Budapeste, onde a família morava. 

László educou as suas filhas fora da escola, em casa, contra a vontade do Estado. Ele queria pô-las a jogar apenas contra os homens, mas os homens não queriam. Ele ensinou-as a vencer, enquanto outros meninos e meninas se contentavam em apenas jogar.
Hoje, devido ao percurso da família POLGAR, os pais na Hungria podem escolher mandar os meninos para a escola ou educá-los em casa.

Sobre isto e muito mais falaremos no Curso Intensivo de Xadrez, do Clube Peões da Caparica. Inscrições abertas até quinta-feira, dia 10 de julho, para o e-mail xpeoes.caparica@gmail.com